Você está aqui:  Início  /   Desporto  /   ARBITRO DO LAMAS- ÁGUEDA INTERROMPEU PARTIDA POR ALEGADA FALTA DE SEGURANÇA

ARBITRO DO LAMAS- ÁGUEDA INTERROMPEU PARTIDA POR ALEGADA FALTA DE SEGURANÇA

O jogo entre o U. Lamas e o Águeda a contar para a jornada 20 do campeonato da 1ª divisão distrital de Aveiro durou apenas 22 minutos.

A polémica começou num lance aparentemente normal: o guarda redes do Águeda preparava-se para efectuar um pontapé de baliza, quando, Kaka,  aproximando-se da bola, empurrou-a para a baliza, por alegadamente, esta, não ter transposto a linha de cabeceira. Os jogadores do Lamas iniciaram os festejos, interrompidos pelo arbitro que, considerou o lance irregular, mas não sancionou o jogador lamacence disciplinarmente como deveria ter acontecido. Na sequência dos acontecimentos, um adepto entrou no terreno do jogo e, alegadamente, terá agredido o arbitro auxiliar. Na ausência de força policial, o juiz da partida, mesmo depois da chegada de dois elementos da GNR e três elementos de uma empresa de segurança privada, entendeu que não havia condições de segurança para prosseguir a partida, dando o jogo por concluído.

O presidente do U. Lamas José Neves, entende que estavam reunidas condições para a partida prosseguir até porque se tratou de um acto isolado.

O presidente lamacence adianta que, a Associação de futebol de Aveiro, deveria obrigar ao policiamento dos jogos, principalmente os de maior risco, tratando todos por igual.

O delegado ao jogo do Lamas Fausto Sá também salienta que não existiam motivos para não ter prosseguido o encontro.

O dirigente acrescenta que há que nomear os melhores arbitros para os jogos mais importantes e isso nao aconteceu.

O técnico António Remelgado, no final da partida, a referir que as questões de arbitragem não são da sua competência, mas acabou por comentar o sucedido.

Fica-se agora a aguardar o que será decido relativamente ao desfecho desta partida, dependendo a decisão do relatório do arbitro e do inquérito que será aberto para averiguar os acontecimentos.