Você está aqui:  Início  /   Desporto  /   Associação de Futebol de Aveiro reajusta campeonatos. Não há descidas esta época

Associação de Futebol de Aveiro reajusta campeonatos. Não há descidas esta época

Já há rumo definido pela Associação de Futebol de Aveiro (AFA) para a presente época, tremendamente marcada pela pandemia. As taças e supertaças foram canceladas, o campeonato chega ao fim sem despromoções e é criada uma prova final, facultativa, com o objetivo de encontrar a equipa que será promovida ao Campeonato de Portugal, bem como as que terão vaga na próxima edição da Taça de Portugal.

Como referiu Arménio Pinho, na semana passada, em declarações à Sintonia Feirense, não há cenários perfeitos que agradem a todos. A AFA encontrou assim esta solução no sentido de procurar respeitar a vontade dos clubes – os que preferem competir e aqueles que defendem o fim das competições na presente época.

“Já vamos com um ano de pandemia, sem público, sem a formação a competir e sem os bares abertos nos estádios. Ouvimos cada clube. Existe um sentimento de frustração e dificuldades acrescidas, para as quais têm contribuído as várias pré-épocas durante esta temporada e os vários adiamentos de jogos devido a casos Covid-19. Em face do atual confinamento e do calendário de jogos em vigor, não é possível enquadrar o mesmo no tempo que falta para terminar a época”, refere Arménio Pinho, presidente da AFA, citado pela AFA TV

A AFA, depois de auscultar os clubes, decidiu terminar os campeonatos, as taças e as supertaças distritais e criar uma prova final, que servirá para definir as equipas promovidas nos diferentes escalões competitivos.

AFA quer “apuramentos em campo”

“Apesar da pandemia Covid-19 ter impossibilitado o cumprimento pleno da verdade desportiva, é intenção da AFA relevar o mérito até aqui demonstrado pelos clubes e decidir os referidos apuramentos em campo”, explica a associação, numa nota enviada aos clubes.

O acesso a estas provas será facultativo. Os clubes têm até às 18 horas da próxima quarta-feira para declararem a sua decisão. O formato a adotar será ajustado de acordo com o número de equipas inscritas, as quais iniciarão a sua participação com 50% dos pontos obtidos até à paragem dos campeonatos, corrigidos com o coeficiente obtido pelo número de pontos e jogos realizados.

Esta foi a forma encontrada pela AFA para poder indicar o clube que será promovido ao Campeonato de Portugal e, também, as duas equipas que irão disputar a próxima edição da Taça de Portugal. A prova final disputar-se-á no Campeonato SABSEG, na 1.ª e na 2.ª Divisão Distrital.

As competições devem arrancar entre os meses de abril e maio, devendo estender-se por um prazo máximo de nove semanas, sempre dependente da evolução da pandemia de Covid-19 no país. “Na hipótese de impossibilidade de se virem a apurar as equipas para as provas nacionais, a AFA tomará as decisões que forem necessárias, em função dos regulamentos e das necessidades que se verificarem”, acrescenta a nota.

Clubes que não quiserem participar não serão penalizados

Quanto aos clubes que não pretenderem inscrever-se nestas provas finais não sofrerão qualquer penalização, uma vez que ficou igualmente decidido que, esta época, não haverá lugar a despromoções. Isso implicará uma nova reformulação do formato competitivo do Campeonato SABSEG, que passará a ter 24 clubes em 2021/2022. A sua composição dependerá do número de equipas aveirenses que poderão vir a ser despromovidas do Campeonato de Portugal. Se nenhuma baixar dos Nacionais, são promovidos três clubes da 1.ª Divisão Distrital ao Campeonato SABSEG. Se descer uma, o número de equipas que sobem da 1.ª Divisão baixa para dois, e por aí adiante. Isso terá, consequentemente, implicações no número de equipas que subirão da 2.ª para a 1.ª Divisão Distrital.