Você está aqui:  Início  /   Cultura  /   Ballet Contemporâneo do Norte estreia espetáculo para famílias no Dia da Criança

Ballet Contemporâneo do Norte estreia espetáculo para famílias no Dia da Criança

Espetáculo sobe ao palco do Cineteatro António Lamoso no dia 1 de junho. Foto: Jani Nummela

No Dia Mundial da Criança, 1 de junho, o Ballet Contemporâneo do Norte (BCN) estreia ‘O Melhor do Mundo’, no Cineteatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira. Um espetáculo multidisciplinar para pais e filhos, que terão a oportunidade de partilhar o palco com os atores em duas sessões – uma às 18h00 e outra às 19h30 – numa homenagem aos animais e aos valores mais nobres que representam. O espetáculo repete a 2 de junho, nos mesmos horários, estando cada sessão limitada a 40 pessoas.

Em ‘O Melhor do Mundo’, o cão não será metáfora, mas modelo de amizade, interdependência e cuidado, personificando o melhor do mundo e transmitindo uma magna lição para as crianças de hoje e de amanhã: não somos nada sozinhos.

Esta peça marca o regresso do BCN à criação coreográfica dirigida ao público infantil, dando continuidade ao trabalho sobre questões de cidadania, tolerância, interajuda e anti-competição, que têm marcado a prática e a ética da companhia ao longo dos últimos 25 anos.

Para os que tiverem o privilégio de assistir a este espetáculo, lado a lado com os atores, cada sessão será uma genuína experiência de palco, onde vão cruzar-se a dança contemporânea e a música, composta e tocada ao vivo. Cativante será, sem dúvida, a sensação de estar a assistir à realização de um documentário sobre a vida animal, mas feito com pessoas e por pessoas.

O BCN explica que o título, livremente inspirado no conhecido poema ‘Liberdade’ de Fernando Pessoa, remete para a idealização de um mundo melhor que urge, na contemporaneidade, antever e preparar.

“Em reação às complexas crises políticas, sociais e sanitárias que afetam o mundo de hoje, pelo avanço descontrolado das tecnologias da (des)informação, pelo reaparecimento preocupante de ideologias totalitárias, pela destruição da natureza e da biodiversidade, pela perda trágica de vínculos sociais alicerçados na lealdade, na cooperação e no respeito mútuo, queremos pensar em que modo(s) pode a arte servir de alavanca propulsora para a revelação/construção de regimes relacionais mais justos, empáticos e inclusivos”, lê-se na sinopse do espetáculo.

‘O Melhor do Mundo’ é também o resultado da primeira parceria do BCN – estrutura apoiada pela Direção-Geral das Artes e pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira – com a Sonoscopia, responsável pela composição musical e interpretação.

Os bilhetes para este espetáculo (2,5 euros) encontram-se disponíveis na BOL (https://bit.ly/omelhordomundobcn).