Você está aqui:  Início  /   Desporto  /   FIÃES TEVE PÁSSARO NA MÃO MAS DEIXOU-O FUGIR COM MUITO MÉRITO DO SOUTENSE

FIÃES TEVE PÁSSARO NA MÃO MAS DEIXOU-O FUGIR COM MUITO MÉRITO DO SOUTENSE

O ditado popular de que até ao lavar dos cestos é a vindima aplica-se perfeitamente àquilo que se passou ontem no estádio do Bolhão. A poucos minutos da etapa complementar, o Fiães vencia por 3-1 e tudo parecia encaminhado para que os fianenses conseguissem o triunfo, mas puro engano! Já na recta final da partida, o soutense reduziu a desvantagem para 3-2 e, com muita garra e determinação, acreditou e chegou mesmo à igualdade a três bolas, resultado com que terminaria o encontro.

Miguel Oliveira, técnico do Fiães, atribui a escorregadela à falta de concentração e experiência.

José Borges, elogia o Fiães, e os seus jogadores, mas pede respeito pela freguesia de Souto e pelo clube, com criticas à arbitragem.

Soutense arranca empate em Fiães