Você está aqui:  Início  /   Cultura  /   HÁ 89 ANOS A ENSINAR MÚSICA DOS 3 MESES AOS 100!

HÁ 89 ANOS A ENSINAR MÚSICA DOS 3 MESES AOS 100!

2015 programa de aniversario

O Grupo Musical Estrela de Argoncilhe assinala em Novembro 89 anos de existência. O ano de 1923 marcou o início de uma longa história, desta verdadeira escola de talentos, que projeta Santa Maria da Feira, o Grande Porto e o Distrito de Aveiro. “Um punhado de homens sedentos de desenvolvimento e cultura tiveram a coragem de iniciar esta tarefa que ainda hoje cultivamos. A partir de então e apesar das suas fracas condições materiais, unindo-se em volta dos seus objectivos para o desenvolvimento cultural em 1926 decidiram juntar todas as suas energias e capacidades organizativas e formaram o Grupo-Sacro Musical Estrela de Argoncilhe. Ao longo do tempo esta colectividade soube manter e desenvolver o sonho que tantos, com tão pouco, alimentaram. O ensino da música remonta nesta colectividade, ao ano de 1935/36, muito embora tenha sido uma preocupação desde a fundação, mas nem sempre conseguida. A partir do entusiasmo criado e recorrendo à relação com o povo argoncilhense e os seus Animadores Conterrâneos foi possível somar êxitos até hoje recordados”.

2015 estrela de argoncilhe palco

O ano de 1956 foi de “grande impulso da colectividade. A necessidade de arranjar casa própria criou uma grande dinâmica na população de Argoncilhe que catapultou o grupo no rumo dos objectivos para que foi criado pelos seus timoneiros. Surgiu em 1963 o momento em que foi lançada 1ª pedra daquela que viria a ser a 1ª SEDE própria que mantemos. Em 1974 foram aprovados os Estatutos que nos deram Personalidade Jurídica e em 1983 Estatuto de Colectividade de Utilidade Pública.Um ano depois, 1975 é criada a 1ªEscola de Música ao Ensino da Música e do Canto. Em 1991 foi criada a primeira Orquestra Jovem de Argoncilhe. O lema do Grupo Musical é, ensinar e divulgar o ensino e prática Musical e proporcionar à população da região, não apenas a Música mas todas acções Culturais e Recreativas, permitindo a ocupação dos tempos livres da Juventude residente rumo ao seu desenvolvimento saudável”.