Você está aqui:  Início  /   Cultura  /   MAIS IMAGINARIUS COM 148 PROJETOS ARTÍSTICOS, DE 29 NACIONALIDADES

MAIS IMAGINARIUS COM 148 PROJETOS ARTÍSTICOS, DE 29 NACIONALIDADES

Admurmuratio_ASTA_Vencedor Mais Imaginarius_2015 (1)

O Mais Imaginarius, secção do festival Imaginarius que desafia os artistas emergentes a mostrarem o seu trabalho através de um concurso de criações dirigidas ao espaço público, voltou a superar o número de países candidatos, com a receção de 148 projetos artísticos de 29 nacionalidades. O júri vai agora selecionar os 20 finalistas que serão apresentados no festival Imaginarius (20 e 21 de maio), todos eles candidatos a um prémio final que consiste na realização de uma criação em residência, a estrear na edição de 2017. Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Chile, Colômbia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, México, Nova Zelândia, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suíça e Taiwan são os 29 países que este ano apresentaram candidaturas ao Mais Imaginarius. “Estes números resultam de um reforço do plano de internacionalização do festival e do potencial criativo de Santa Maria da Feira, que atrai cada vez mais artistas nacionais e internacionais para a experimentação de novas abordagens artísticas para o espaço público”, considera o vereador da Cultura, Gil Ferreira, que destaca ainda o enfoque multidisciplinar e o registo experimental mais vincado dos projetos candidatos, bem como a maior aproximação do festival às escolas artísticas nacionais e internacionais. O júri do Mais Imaginarius encontra-se em fase de avaliação de candidaturas, de forma a selecionar os 20 projetos finalistas que serão apresentados na próxima edição do festival – a realizar nos dias 20 e 21 de maio – sendo simultaneamente concorrentes a um prémio que consiste na criação de condições para o desenvolvimento de uma residência artística para uma nova criação com estreia marcada para o Imaginarius de 2017. Este prémio será atribuído a cada uma das categorias a concurso: Artes Performativas e Arte Pública. A composição do júri reforça também a dinâmica multidisciplinar do projeto Mais Imaginarius e a dimensão internacional do programa ao incluir docentes de escolas artísticas nacionais e diretores de alguns dos maiores festivais de rua da Europa, designadamente: DECA – Universidade de Aveiro; Departamento de Artes na Universidade de Évora; Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto – ESMAE; Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto; diretores dos festivais Fira Tàrrega (Espanha), Cooperative de Rue et de Cirque / Festival Village du Cirque e Festival de Aurillac (França).

IMA

O Mais Imaginarius é uma secção que desafia os artistas para a apresentação de propostas que abordem o espaço público nas suas mais diversas perceções, testando formatos e modelos, rumo à construção de novas identidades artísticas. A diversidade, quantidade e qualidade dos projetos que têm sido apresentados a concurso, ao longo dos últimos anos, revelam a vontade dos artistas em ocupar o espaço público de Santa Maria da Feira e de se expressarem através múltiplas linguagens. Na edição 2016, o Mais Imaginarius assume-se como um espaço de experimentação artística dentro da programação oficial do festival Imaginarius, explorando dois eixos distintos de intervenção no espaço público: Arte Pública (Novos Media, Arte Digital, Instalação, Graffiti e Multidisciplinar) e Artes Performativas (Teatro, Dança, Música, Circo, Performance, Intervenção e Multidisciplinar).