Você está aqui:  Início  /   Cultura  /   Padre Pires: da infância ao sacerdócio

Padre Pires: da infância ao sacerdócio

Manuel Caridade Pires. 75 anos. Padre Passionista e responsável pela ONG Rosto Solidário foi o convidado de Conversas Soltas. Sem tabus falou da infância, da decisão de seguir o sacerdócio e da realidade social com que todos os dias se cruza.

Menino de uma família numerosa, bem cedo começou a ajudar a família.

Uma infância difícil mas que ajudaram a definir aquele que há muitos anos dedica a vida a ajudar os outros. A decisão de seguir o sacerdócio não foi fácil, e obrigou a muita reflexão.

Padre Pires

No momento das grandes decisões, confessa que andou meses com a cabeça em água:

Ajudar os outros a serem mais felizes. Uma decisão que impulsionou o sacerdote a continuar sem receios.

Na ONG Rosto Solidário lida, diariamente, com situações difíceis. Casos que, por vezes, se resolvem com alguma orientação.

Exemplos de pessoas que, com alguma orientação e com a ajuda na hora certa, conseguem ultrapassar momentos de dificuldade.

Sem tempo para pensar em reformar-se, o Padre Pires promete continuar “sem papas na língua”, e sempre disponível a ajudar.