Você está aqui:  Início  /   Desporto  /   S. João de Ver 2 x 0 Anadia: “O homem do jogo foi o coletivo”

S. João de Ver 2 x 0 Anadia: “O homem do jogo foi o coletivo”

O S. João de Ver impôs a primeira derrota do campeonato ao Anadia este domingo. A turma malapeira venceu o líder da série D por 2-0, com golos de Marcelo Santiago e Alex Oliveira.

Golos de Marcelo Santiago (17′) e Alex Oliveira (90′ +2) construíram a vitória do S. João de Ver na receção ao Anadia.

Aos microfones da Sintonia Feirense, o técnico Nuno Pedro, destacou que este foi um jogo em que o coletivo esteve bem“. Nuno Pedro salientou a coesão defensiva da equipa, considerando que esta foi uma vitória justa e fruto do trabalho da equipa.

Nuno Pedro: “O homem do jogo foi o coletivo. […] Ganhamos bem e fomos felizes porque merecemos ser felizes, trabalhamos para isso”

A somar 27 pontos e dois dos líderes da tabela, o S. João de Ver foca-se no próximo embate, no terreno do Beira-Mar com o objetivo de somar “mais três pontos”. “Todos querem estar no lote dos cinco, defrontamos equipas profissionais com grandes investimentos, a nossa equipa é uma equipa que trabalha à noite em condições difíceis, é uma equipa semiprofissional. Muitos destes jogadores trabalham, têm as suas profissões“, evidencia o técnico do S. João de Ver, realçando que o caminho se faz “jogo a jogo” e que as contas se fazem no final. Até lá, diz, o objetivo “é tentar amealhar o máximo de pontos“.

Nuno Pedro fala sobre o próximo embate, frente ao Beira-Mar

O S. João de Ver viu chegar, nos últimos dias, novos reforços ao plantel. Ibrahima Guirassy, médio centro que alinhava pelo Varzim, Edu Silva, lateral direito que vestia as cores do CD Trofense, e Filipe Dinis, ex-guarda-redes do Varzim são as mais recentes aquisições. Nuno Pedro diz que a chegada de novos elementos torna a equipa “mais equilibrada“. “Vieram jogadores para equilibrar a equipa, para equilibrar os setores e para me darem várias possibilidades de jogar em vários sistemas táticos diferentes”, resume o técnico.

Reforços tornam a equipa “mais equilibrada”, diz Nuno Pedro

A Sintonia Feirense também ouviu o técnico do Anadia, Miguel Valença, que averbou a primeira derrota no campeonato. O timoneiro destacou, em primeiro lugar, “a felicidade de trabalhar” com o plantel que tem à disposição, afirmando que “na vida não há invencíveis“. “Lutamos todos os jogos e todos os dias para que isso não aconteça, como é lógico ninguém gosta de perder. Perdemos contra um candidato assumido, na casa deles, num bom jogo, bem jogado da nossa parte“, evidenciou.

Apesar do desaire, o Anadia permanece líder da série D do Campeonato de Portugal e Miguel Valença sublinha que “nada belisca” a caminhada do emblema, enfatizando que ainda “faltam oito finais”.

Miguel Valença: “Nada belisca a nossa caminhada”