Você está aqui:  Início  /   Cultura  /   Instalações interativas marcam arranque da 20ª edição do Imaginarius

Instalações interativas marcam arranque da 20ª edição do Imaginarius

Despojos da Torre de Babel e O Cubo são duas instalações interativas – Criações Imaginarius para visitar e explorar na Quinta do Castelo, durante a 20ª edição do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira que arranca já esta quinta-feira, dia 27, prolongando-se até 30 de maio.

As duas instalações interativas exploram o tema desta edição do Imaginarius – “O Mito e A Marca” – para ganhar forma. “Despojos da Torre de Babel”, de Alexandra Couto e Paulo Pimenta, parte do “Mito” sobre a origem das diferentes línguas do mundo para dar a conhecer a comunidade migrante de Santa Maria da Feira, afirmando a palavra como matéria estética de particular potencial para a paisagem urbana. “O Cubo”, da autoria de Elisabete Sousa e Diogo Martins, exalta a “Marca” Imaginarius para despertar no público as memórias visuais e sonoras que o festival foi deixando ao longo dos seus 20 anos.

Entre as árvores da Quinta do Castelo, o público fica a conhecer a versão mais estética deste projeto – Despojos da Torre de Babel: uma palavra na língua nativa de cada imigrante que participou nesta “descoberta”, um pequeno texto sobre a história dessas famílias e uma indicação remetendo para a página de internet do projeto, onde se desvendam, em português e inglês, as epopeias pessoais que justificam o significado especial dessas palavras na vida dos seus protagonistas, com o grau de detalhe permitido pela experiência ou pelo recato de cada um. As fotografias retratam o seu quotidiano, evidenciam contrastes que persistem apesar da aculturação, expõem semelhanças que permanecem apesar da mudança de latitude.

Os migrantes na base do projeto Despojos da Torre de Babel são naturais de 11 territórios estrangeiros – Itália, Angola, Brasil, Espanha, Síria, China, Venezuela, Ucrânia, França, Roménia e Chipre – que se deram a conhecer num registo informal e familiar. São histórias únicas, especiais e marcantes, as retratadas nestes “Despojos da Torre de Babel”.

O Cubo é uma instalação multimédia interativa. Um organismo vivo e reativo, constituído por materiais orgânicos e tecnológicos, ao qual são adicionadas memórias visuais e sonoras do Imaginarius, despoletadas na interação com o público. Uma representação do território-cidade e do território-corpo, ambos em constante reprodução, regeneração e crescimento. O Cubo é uma verdadeira cápsula do tempo que convida a uma viagem pelos 20 anos do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira.

As instalações Despojos da Torre de Babel e O Cubo podem ser visitadas nos dias 27 e 28, no período da tarde, e nos dias 29 e 30 de maio, durante todo o dia. As visitas são gratuitas, mas de marcação obrigatória que pode ser efetuada em bol.pt.